Geografia, Literatura e educação

  • Lais Nascimento Uehbe Universidade de São Paulo

Resumo

Geografia e Literatura têm, nas últimas décadas, estreitado as suas relações, na medida em que muitos geógrafos passaram a reconhecer nas obras literárias uma importante fonte de contribuição e enriquecimento para os estudos geográficos, aproximando, assim, seus vínculos e contribuições. Dentro dessa linha de pesquisa, aparece a oportunidade de se buscar um menor distanciamento entre a academia e a atividade docente no ensino básico, sendo possível elaborar um trabalho de pesquisa com contribuição para a ciência e a prática pedagógica do professor de geografia, num esforço de traduzir pedagogicamente as novas propostas e discursos desenvolvidos pela disciplina (MORAES, 1986).


É nesse sentido que esse trabalho tem como objetivo principal utilizar a literatura como ferramenta para o estudo da geografia, em uma possibilidade de ensino interdisciplinar, onde se desenvolve a capacidade de compreensão de mundo do aluno através da interpretação de um texto literário. Acreditamos que a troca entre as duas disciplinas proporcionaria um enriquecimento nos estudos geográficos, não apenas pelo seu rico conteúdo, mas também como uma importante fonte de acesso ao conhecimento, que possui uma maior penetração na vida social e cultural dos alunos (MONTEIRO, 2002; LÉVY, 2006).


Para tanto, utiliza-se os romances do escritor baiano Jorge Amado, principalmente aqueles originados na década de 30 e que possuem forte crítica social, documentando a realidade do país naquele período. Acredita-se que é possível discutir um temário geográfico significativo através dos romances, onde se detecta aspectos da realidade social e espacial num dado momento, seja ela referente ao espaço agrário – através de seus romances do ciclo do cacau - como o espaço urbano. Dessa forma trabalha-se a apreensão, conhecimento e análise do espaço geográfico com os alunos, na qual a literatura será um caminho para aproximar o avanço científico da Geografia ao trabalho de ensinar Geografia, dentro de uma perspectiva metodológica crítica (BASTOS, 1993).


 


 

Referências

Referências
BASTOS, Ana R. V. R. A Geografia e os romances nordestinos nas décadas de 1930 e 1940 (dissertação). São Paulo: Departamento de Geografia da USP, 1993.

________. “Espaço e Literatura: algumas reflexões teóricas”. In: Revista Espaço e cultura, Rio de Janeiro, n.5, p. 55-71, 1998.

BROSSEAU, M. Des romans géographes. Paris: L’harmattan, 1996.

CANDIDO, A. Textos de intervenção. São Paulo: Duas Cidades; Ed. 34, 2002.

________. Literatura e sociedade. Rio de Janeiro: Ouro sobre Azul, 2008.

CAVALCANTI, Lana de Souza. A construção de conceitos geográficos no ensino; Uma análise de conhecimentos geográficos de alunos de 5ª e 6ª series do ensino fundamental. São Paulo: FFLCH/USP, 1996. (Tese de doutorado).

HOISEL, Evelina. “Jorge Amado: Múltiplas Leituras” In: FRAGA, Myriam; FONSECA, Aleilton; HOISEL, Evelina (org.). Jorge Amado: Cacau: à volta ao mundo em 80 anos. Salvador: Casa de Palavras, 2014

LÉVY, B. « Géographie et littérature. Une synthèse historique » In : Le Globe, T.146, 25-52, 2006.

MARANDOLA JR; OLIVEIRA, Lívia de. “Geograficidade e espacialidade da literatura”. In: Geografia, v. 34, n. 3, 2009.

MONTEIRO, C. A. de F. O mapa e a trama: ensaios sobre o conteúdo geográfico em criações romanescas. Florianópolis: Editora da UFSC, 2002.

MORAES, A. C. R. Geografia, pequena história crítica. São Paulo: Hucitec-Vip, 1985.

MOREIRA, Ruy. Para onde vai o pensamento geográfico? Por uma epistemologia crítica. São Paulo: Contexto, p. 191, 2009.

NETO, Manoel Fernandes. Aula de Geografia e algumas crônicas. 2.ed. Campina Grande: Bagagem, 2008.

RAMOS, Ana Rosa. Historicidade e cultura baiana. In: FRAGA, Myriam et al. Bahia a Cidade de Jorge Amado. Salvador : Casa das Palavras, 2000.

SILVA, M. A. Literatura e cidade: uma leitura geográfica da obra de Italo Calvino. 2004. 100 p. Monografia (Bacharelado em Geografia) – Departamento de Geociências, Universidade Estadual de Londrina, Londrina.

SILVA, Igor Antônio; BARBOSA, T. “O ensino de Geografia e a Literatura: uma contribuição estética”. In: Caminhos de Geografia, Uberlândia. V. 15, n.49 – Mar/2014 p. 80-89.

https://www.revistaprosaversoearte.com/e-preciso-educar-os-educadores-edgar-morin/ (acesso em 03/05/2018).
Publicado
2018-11-19
Como Citar
NASCIMENTO UEHBE, Lais. Geografia, Literatura e educação. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, v. 1, n. 21, p. 101-111, nov. 2018. ISSN 2316-3852. Disponível em: <http://fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/734>. Acesso em: 11 dec. 2018. doi: https://doi.org/10.22287/ag.v1i21.734.