Educação Integral

práxis para uma transformação da sociedade

  • Caio Nascimento Uehbe USP

Resumo

O artigo pretende aprofundar o debate em torno das propostas e ideias contemporâneas de educação integral. Para tanto, propõe-se discutir as ideias vigentes acerca do papel da escola na sociedade. Tais ideias, apoiadas em um discurso da “crise da educação”, propõem como forma de superar essa suposta crise a flexibilização e enfraquecimento do papel do professor em favorecimento dos “focos de interesses dos estudantes”. Essa discussão teórica apoiar-se-á nos fundamentos metodológicos marxistas do materialismo histórico dialético - onde se parte do concreto expresso nas relações econômicas, sociais e espaciais, considerando que este é uma construção histórica e que é formado por relações dialéticas em constante movimento - com vistas a problematizar como essa visão do papel da educação escolar coaduna com a lógica do mercado e da educação como mercadoria, colocando até mesmo em risco o caráter teleológico da educação escolar, uma vez que a coloca no mesmo nível das aprendizagens cotidianas não direcionadas. Apoiado nas ideias de YOUNG (2007), de que o papel da escola é a transmissão aos estudantes dos “conhecimentos poderosos” e da importância dos mesmos para a sociedade e constituição dos indivíduos e, na proposta de Escola Unitária de Antonio Gramsci, discute-se o papel da educação escolar. Partindo dos conceitos de “ser-mais” (Paulo Freire), “homem novo” (Che Guevara), “cidadão em geral” (Antonio Gramsci), propõe-se um modelo de educação integral que coaduna com uma ideia de formação integral dos indivíduos na práxis, ação-reflexão, como uma forma de superação da alienação capital-trabalho através de uma educação alinhada com uma transformação mais ampla de toda a sociedade.

Publicado
2018-11-19
Como Citar
NASCIMENTO UEHBE, Caio. Educação Integral. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, v. 1, n. 21, p. 113-135, nov. 2018. ISSN 2316-3852. Disponível em: <http://fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/735>. Acesso em: 11 dec. 2018. doi: https://doi.org/10.22287/ag.v1i21.735.