Características da indústria paulista nos anos 90

  • Miguel Matteo
  • Jorge R. B. Tapia

Resumo

Este trabalho tem sua justificativa centrada em questionar as afirmações sobre a desconcentração espacial da atividade industrial, fundamentada na flexibilização trazida pelos processos de reestruturação produtiva.

O argumento central desenvolvido neste artigo afirma que a trajetória da indústria paulista na década de noventa moveu-se no sentido de uma "desconcentração concentrada", marcada pela forte predominância da região metropolitana de São Paulo (aí incluída a região do ABC) e as regiões que compõem o seu entorno (Campinas, São José dos Campos, Santos e Sorocaba).

Para efeitos da análise, tomaremos a situação da indústria no Estado de São Paulo, tendo como referência o ano de 1996, sendo que para isso nos apoiaremos no amplo e cuidadoso levantamento realizado pela Fundação Seade, na Pesquisa da Atividade Económica Paulista - Paep.

Biografia do Autor

Miguel Matteo
Doutorando em Economia pelo IE/Unicamp. Mestre em Administração Pública e Planejamernto Urbano - EAESP/FGV Engenheiro Civil. Professor do curso de Ciências Econômicas das Faculdades Integradas "Campos Salles".
Jorge R. B. Tapia
Doutor em Ciência Política. Professor do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas.
Como Citar
MATTEO, Miguel; TAPIA, Jorge R. B.. Características da indústria paulista nos anos 90. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, n. 4, p. 33-49, aug. 2012. ISSN 2316-3852. Disponível em: <https://fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/102>. Acesso em: 23 june 2021. doi: https://doi.org/10.22287/ag.v0i4.102.