São Paulo: Centro Financeiro Internacional e Possíveis Impactos nas Relações de Trabalho

  • Marco Antônio Silva - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC - SP - Escola Superior de Propaganda e Marketing de São Paulo - ESPM/SP - Centro de Pesquisas da Associação Vinte e Oito de Agosto de Educação e Comunicação - AVOEC

Resumo

Em decorrência das transformações internacionais e abertura da economia, algumas cidades têm ampliado suas funções no que toca ao fluxo de capitais, de mercadorias e de pessoas, assim, caracterizando-se como centros produtores de serviços avançados e cidades globais. Neste contexto, o objetivo deste artigo é identificar se a cidade de São Paulo enquadra-se como centro financeiro internacional e quais os possíveis impactos dessa condição nas relações de trabalho no setor bancário. Para tal fim, realizou-se uma pesquisa exploratória e bibliográfica nas bases de dados acadêmicas sobre o tema das cidades globais e sobre o atual papel da cidade de São Paulo no atual cenário econômico e financeiro mundial. Entre os principais achados verificou-se que, além do crescente fluxo de capitais e uma crescente interconectividade com outros centros mundiais, a cidade de São Paulo concentra em seu entorno uma gama de serviços avançados especializados que exige capital humano altamente qualificado e alta tecnologia de comunicação e transmissão de dados. No entanto, também, ressaltam-se a flexibilização, a precarização das relações de trabalho, em especial no setor bancário, e a crescente terceirização em favor de uma maior produtividade. Tais aspectos levantam a reflexão sobre as atuais formas de mobilização trabalhista e os desafios a advir diante dessa nova ordem econômica.

##submission.authorBiography##

##submission.authorWithAffiliation##

Professor de Finanças do Departamento de Administração da - PUC/SP

Professor de Finanças e Economia de Empresas do curso de Relações Internacionais da ESPM/SP

Pesquisador do Centro de Pesquisas da AVOEC

Doutor em Ciências pela Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade da Universidade de São Paulo - FEA/USP.

Mestre em Administração de Empresas pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas - EAESP-FGV

Graduação em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Piauí - UFPI

Referências

BATISTA, E.; MORAES, L. C. G. A inserção do Brasil na financeirização capitalista e as articulações no mundo do trabalho: setores bancário e industrial. Novos Rumos, Marília, v. 49, n. 1, p. 139-158, jan-jun, 2012.

CASSIS, Y. Capital of Capital: the rise and fall of international financial centres 1780-2009. New York, Cambridge University Press, 2010.

DICKEN, P. Mudança global: mapeando as novas fronteiras da economia mundial. – 5 ed. – Porto Alegre: Bookman, 2010.

DINIZ, C. C.; CAMPOLINA, B. A região de São Paulo: reestruturação, reespacialização e novas funções, Revista Eure, v. XXXIII, n. 98, p. 27-43, Santiago do Chile, mayo, 2007.

GARAGORRY, J. A. Economia e política no processo de financeirização do Brasil. (1980-2006). Tese de Doutoramento. Programa de Estudos Pós-Graduados em Ciências Sociais. São Paulo, PUC-SP, 2007.

GASPAR, R. C. A cidade na geografia global: um panorama crítico da urbanização contemporânea. – São Paulo, Publisher Brasil, 2009.

GASPAR, R. C. “A cidade de São Paulo: economia, vínculos regionais, globalização”. In. VIEIRA, R. M. e GARIBE, R. (ORGS.). Espaço urbano e inclusão social: a gestão pública na cidade de São Paulo 2001-2004. – São Paulo, Fundação Perseu Abramo, 2006.

KEATING, M. “Governing cities and regeons: territorial restructuring in a globe age”. In. SCOTT, A. J. (ed.). Global cities-regeons: trends, theory, policy. New York, Oxford University Press, 2001.

LENCIONI, Sandra. Concentração e centralização das atividades urbanas: uma perspectiva multiescalar. Reflexões a partir do caso de São Paulo. Revista de Geografia Norte Grande,n. 39. p. 7-20. 2008.

LIZIERI, C.; PAIN, K. International office investments in global cities: the production of financial space and systemic risk, Regional Studies, 2013.

MACHADO, A. C. B.; AMORIM, M. L. Transformações nas relações de trabalho nos bancos: uma trajetória de precarização (1980-2010)., Acta Scientiarium. Human and Social Sciences, Maringá, v. 34, n. 2, p. 179-191, jul-dec, 2012.

MATTEO, M. Além da metrópole terciária. Tese de Doutoramento. Campinas, Instituto de Economia da Unicamp, 2008.

PASTI, A. B.; SILVA BERNARDES, A. M.. São Paulo e o projeto de centro financeiro latino-americano: contribuições ao debate. In: PPLA 2010: SEMINÁRIO POLÍTICA E PLANEJAMENTO, 2, 2010. Curitiba. Anais...Curitiba: Ambiens, 2010. [CD]

SASSEN, S. The global city: London, New York, Tokio. 2nd. Ed. New Jersey, Princeton University Press, 2001.

SILVA, Adriana Bernardes. A contemporaneidade de São Paulo: Produção de informações e novo uso do território brasileiro. Tese (Doutorado). Departamento de Geografia – Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

WÓJCIK, D. Geography and the Future of Stock Exchanges: Beetween Real and Virtual Space. Growth and Change. v. 38, n. 2, jun, 2007.
Publicado
2015-12-16
Como Citar
SILVA, Marco Antônio. São Paulo: Centro Financeiro Internacional e Possíveis Impactos nas Relações de Trabalho. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, v. 1, n. 15, p. 132-143, dec. 2015. ISSN 2316-3852. Disponível em: <https://fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/233>. Acesso em: 23 june 2021. doi: https://doi.org/10.22287/ag.v1i15.233.

Palavras-chave

São Paulo, centros financeiros internacionais, relações de trabalho