Ambiente mediado por computador para auxiliar alunos com necessidades especiais auditivas na aprendizagem da língua portuguesa

  • João Carlos Lopes Fernandes Faculdade de Tecnologia de São Caetano do Sul
  • Silvia Cristina Martini Rodrigues Universidade de São Paulo

Resumo

Existem diferenças entre a deficiência auditiva e a surdes; a deficiência auditiva é adquirida após o nascimento e a surdes é congênita, ou seja, ocorre antes do nascimento. Um surdo possui como modelo linguístico e cultural a língua de sinais, já o deficiente auditivo tenta utilizar a língua oral (o português falado e sinalizado) e na maioria das vezes rejeita a língua de sinais. De qualquer forma a dificuldade destes grupos de pessoas fica evidenciada em sua comunicação social. As escolas de educação especial no Brasil utilizam a LIBRAS (Língua Brasileira de Sinais), como método de alfabetização. Ela possui suas próprias regras e ao contrário do que muitas pessoas pensam não é o português sinalizado. Somente após a alfabetização em LIBRAS, os alunos incidam o contato com o português escrito. É como aprender uma segunda língua que possui novas regras. Desta maneira muitas dificuldades aparecem e necessitam de apoio. Como o uso do computador é evidenciado nas escolas os pesquisadores criaram um ambiente virtual de aprendizagem para tentar reduzir estas dificuldades na aprendizagem da língua portuguesa e permitir sua intersecção com a LIBRAS. Este ambiente foi desenvolvido na tese de doutorado realizada na UMC (universidade de Mogi das Cruzes).

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##
Doutor em Engenharia Biomédica na área de Tecnologias Computacionais pela Universidade de Mogi das Cruzes (2012). Mestre em Engenharia de Computação pelo Instituto de Pesquisas Tecnológicas do Estado de São Paulo (2006). Bacharel em Ciências da Computação pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul (1990). Atualmente é Coordenador do curso Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Faculdade de Tecnologia de São Caetano do Sul e professor do curso de Tecnologia em Segurança, professor associado do Instituto Mauá de Tecnologia, professor e autor da pós-graduação da Unyleya, pesquisador da Faculdade Eniac, Membro da Comissão Editorial e do comitê de pareceristas Ad Hoc da Revista Augusto Guzzo e diretor técnico da JRN Consult.
##submission.authorWithAffiliation##
Doutorado e pós doutorado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (2004). mestrado em Engenharia Elétrica pela Universidade de São Paulo (1999) e graduada em Matemática pela Universidade Federal de São Carlos (1995). Atualmente é pesquisador e professor auxiliar nível pca-4 da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Tem experiência na área de Engenharia Biomédica, com ênfase em Imagens Médicas, atuando principalmente nos seguintes temas: Ambiente Virtual para ensino e aprendizagem, Diagnóstico Auxiliado por Computador (CAD), Processamento de Imagens Médicas, Densidade Mamográfica. É Membro Titular da Sociedade Brasileira de Engenharia Biomédica (SBEB) e assessora interna do Programa de Iniciação Científica da Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Tem atuado como assessora ad-hoc da FAPESP, CNPq e CAPES nas áreas de informática médica e ensino de matemática

Referências

[1] LEVY, P. O que é o virtual. São Paulo: Editora Trinta e Quatro, 1996.
[2].SIGN. Um capítulo da história do Sign Writing. Disponível em . Acessado em 20. mai. 2010.
[3] CORADINE, L. C.; ALBUQUERQUE, F. C.; SILVA, A.; MADEIRO, M.; PEREIRA, M.: Interpretação de orações simples através do Falibras (Tradutor Português?Libras) para auxiliar na aprendizagem de crianças surdas. Novas Tecnologias na Educação, Porto Alegre, v. 5, nº 2, dez, 2007.
[4] MARTINO, J. M. D.; AMARAL, W. Comunicação estabelecida. Unicamp. Jornal da Unicamp, Campinas, 14 a 20 de maio de 2012. Edição 526. Meio eletrônico.
[5] FERNANDES, J.C.L. Tese de doutorado: Ambiente virtual para auxiliar surdos na construção de frases com diferentes tempos verbais. 2012. Orientador: Silvia Cristina Martini Rodrigues.
Publicado
2014-12-26
Como Citar
FERNANDES, João Carlos Lopes; RODRIGUES, Silvia Cristina Martini. Ambiente mediado por computador para auxiliar alunos com necessidades especiais auditivas na aprendizagem da língua portuguesa. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, n. 14, p. 135-142, dec. 2014. ISSN 2316-3852. Disponível em: <https://fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/241>. Acesso em: 21 june 2021. doi: https://doi.org/10.22287/ag.v1i14.241.

Palavras-chave

Mediado por computador, aprendizagem, português, LIBRAS