Direito subjetivo, direitos fundamentais e a nova ordem internacional: o problema da efetivação dos Direitos Humanos na América Latina

  • Hélcio Ribeiro

Resumo

O artigo trata das dificuldades de efetivação dos direitos humanos nas democracias surgidas no continente latino-americano a partir dos anos oitenta e noventa. Após uma breve reconstituição do conceito de direito subjetivo, sustenta-se que, apesar da crescente internacionalização dos direitos humanos, é a própria nova ordem global que impede a efetivação destes direitos no continente, em virtude das profundas desigualdades sociais e econômicas que caracterizam estes países e que, grosso modo, são perpetuadas pela globalização econômica.

##submission.authorBiography##

Hélcio Ribeiro
Doutor em Direito pela Universidade de São Paulo. Autor de Justiça e Democracia: judicialização da política e controle externo da magistratura. Porto Alegre: Síntese, 1999. Professor da Faculdade de Direito da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Professor do curso de Direito das Faculdades Integradas "Campos Salles".
Publicado
2005-10-28
Como Citar
RIBEIRO, Hélcio. Direito subjetivo, direitos fundamentais e a nova ordem internacional: o problema da efetivação dos Direitos Humanos na América Latina. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, n. 7, p. 44-52, oct. 2005. ISSN 2316-3852. Disponível em: <https://fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/51>. Acesso em: 27 sep. 2021. doi: https://doi.org/10.22287/ag.v0i7.51.