O O Processo de Avaliação através de Portfólio com Registros Fotográficos para Crianças com Deficiência

Resumo

O propósito principal do presente trabalho é de propor um levantamento bibliográfico que ampare a discussão de processos avaliativos com base em portfólios fotográficos adequados aos alunos com deficiência que, por sua vez, possam atuar como avaliações formativas e que sirvam como procedimentos de avaliação de crianças com deficiências. Justifica-se a proposição deste ensaio pela importância da compreensão dos propósitos do processo avaliativo, tanto no que se refere ao exercício da profissão docente, quanto no que tange ao próprio papel da escola. O método de análise tem seu fundamento na concepção de que a avaliação deve ser capaz de atuar como uma forma dialógica e de revelar o desenvolvimento individual frente aos desafios pedagógicos. A utilização da fotografia tem a capacidade de funcionar como um instrumento privilegiado na avaliação formativa, a qual, por sua vez, possui propriedades que potencializam a capacidade avaliativa dos professores.

Biografia do Autor

##submission.authorWithAffiliation##

No campo Acadêmico, na área das Ciências Humanas, possui Bacharelado em Geografia pela Universidade de São Paulo, com intercâmbio realizado na Universidade de Lisboa. Aperfeiçoamento em Movimentos Sociais e Crises Contemporâneas pela Universidade Estadual Paulista. Especialização em Filosofia pela Universidade Estácio de Sá. Cursa Pós-Graduação em nível de Especialização em Ciência Política pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul. Na área da Educação, possui Licenciatura em Geografia pela Universidade de São Paulo. Cursa Licenciatura em Pedagogia pela Universidade Virtual do Estado de São Paulo. Possui Especialização em Metodologia do Ensino de História e Geografia pela Universidade Braz Cubas. Especialização em Psicopedagogia pela Universidade Estácio de Sá. Cursa Pós-Graduação em nível de Especialização em Docência com Ênfase em Educação Básica pelo Instituto Federal de Minas Gerais. Na área das Artes Visuais, possui Graduação em Tecnologia em Fotografia pelo FIAM-FAAM-Centro Universitário.
No Campo Profissional, exerce a profissão de Professor de Geografia de Ensino Fundamental II e Médio na Prefeitura do Município de São Paulo. Exerce a profissão de Professor Conteudista da Disciplina Ensino de Geografia nas Faculdades Integradas Campos Salles. Atua como Fotógrafo profissional.
No campo Artístico, exerce a atividade autoral de Fotógrafo, com especialidade em Street Photography.

##submission.authorWithAffiliation##

Pesquisadora graduada em Gestão da Qualidade e Ciências Biológicas, mestra e doutora em Engenharia Ambiental pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP). Desde 2013, colabora em pesquisas científicas relacionadas à bacia hidrográfica do rio Doce. Os projetos desenvolvidos envolvem mapeamento dos afluentes, detecção de patógenos de veiculação hídrica, transporte de sedimentos e nutrientes, saneamento básico, análises de metais em água e sedimentos. Atua como docente na educação especial, no ensino fundamental e técnico nas modalidades presencial e à distância. Atualmente leciona em programas de pós-graduação nas temáticas meio ambiente e educação. Também realiza projetos voltados à Contabilidade ambiental na identificação de custos e riscos ambientais.

Referências

AUMONT, J. A Imagem. 9. ed. São Paulo: Papirus, 2004.

BOURDIEU, P. A escola conservadora: as desigualdades frente à escola e à cultura. In NOGUEIRA, M. A.; CATANI, A. M. (org.). Escritos de Educação. Petrópolis: Vozes, 1998.

BUENO, B.; SOUZA, D. T. R. Elsie Rockwell: por uma antropologia histórica. Educação (São Paulo), v. 4, p. 76-90, 2009.

COSTA. D. A. F. Superando limites: a contribuição de Vygotsky para a educação especial. Rev. Psicopedagogia, v. 23, n. 72, p. 232-240, 2006.

FATORELLI, A. Fotografia e viagem: entre a natureza e o artifício. Rio de Janeiro: Relume Dumará: FAPERJ, 2003.

HOFFMANN, J. M. L. Avaliação: mito e desafio-uma perspectiva construtivista. Disponível em < http://www.dn.senai.br/competencia/src/contextualizacao/celia-avaliacaomediadoraJussaraHoffmam.pdf >. Acesso em 28 out. 2020.

KENSKI V. M. Em direção a uma ação docente mediada pelas tecnologias digitais. In: BARRETO, R. G. (Org). Tecnologias educacionais e educação a distância: avaliando políticas e práticas. Rio de Janeiro: Quartet, p. 74-84, 2001.

LEVY, P. As tecnologias da inteligência. São Paulo: Ed. 34, 1997.

LIBÂNEO, J. C. O dualismo perverso da escola pública brasileira: escola de conhecimento para os ricos, escola do acolhimento social para os pobres. Educação e Pesquisa, São Paulo, v 38, n 1, p. 13-28, 2012.

MOYSÉS, M. A. A.; COLLARES, C. A. L. Inteligência abstraída, crianças silenciadas: as avaliações de inteligência. Psicologia USP, v. 8 n. 1, p. 63-89, 1997.

OLIVEIRA, M. K. Vygotsky: Aprendizado e desenvolvimento: um processo sócio-histórico. 1. ed. São Paulo: Scipione, 2011.

RAMIRES, J. M. S. A construção do portfólio de avaliação em uma Escola Municipal de Educação Infantil de São Paulo: um relato crítico. 2008. 294f. Tese (Doutorado). Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2008.

REIS M. F. Educação tecnológica: a montanha pariu um rato? Porto: Porto Editora, 1995.

REGO, T. C. R. A indisciplina e o processo educativo: uma análise na perspectiva vygotyskiana. In: AQUINO, J. G. (org.). Indisciplina na escola: alternativas teóricas e práticas. São Paulo: Sumus, 1996.

REGO, T. C. R. (Org.). Configurações sociais e singularidades: o impacto da escola na constituição dos sujeitos. In Psicologia, Educação e as temáticas da vida contemporânea. São Paulo: Editora Moderna, 2002.

YOUNG, M. Para que servem as escolas? Educ. Socied., Campinas, v. 28, n. 101, p. 1287-1302, 2007.

VIEIRA. V. M. de O. Portfólio: uma proposta de avaliação como reconstrução do processo de aprendizagem. Psicologia Escolar e Educacional, v. 6, n. 2, p. 149-153, 2002.

VIGOTSKI, L. S. A formação social da mente: o desenvolvimento dos processos psicológicos superiores. 7 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2007.

VIGOTSKI, L. S. Aprendizagem e Desenvolvimento intelectual na idade escolar. In: Vigotski, L. S; Luria, A. R.; Leontiev, A. N. Linguagem, desenvolvimento e aprendizagem. 16.ed. São Paulo: Ícone, 2018, p. 103-117.

TIRAMONTI, G. La escuela em la encrucijada del cambio epocal. Campinas: Revista Educação e Sociedade, vol. 26, n. 92, p. 889-910, 2005.
Publicado
2020-12-10
Como Citar
VENTURINELI, Rogerio; DO REIS, Deyse Almeida. O O Processo de Avaliação através de Portfólio com Registros Fotográficos para Crianças com Deficiência. Augusto Guzzo Revista Acadêmica, São Paulo, v. 1, n. 24, p. 45-58, dec. 2020. ISSN 2316-3852. Disponível em: <https://fics.edu.br/index.php/augusto_guzzo/article/view/917>. Acesso em: 10 may 2021. doi: https://doi.org/10.22287/ag.v1i24.917.